Como surgiu a Filosofia

O filosofia começa na Grécia antiga por volta de 600 anos antes de Cristo. Há quem considere lugares como a Jordânia e Egito pioneiros (até mesmo antes dos gregos), entretanto, conforme historicamente relata Nietsche, a filosofia começou através da ideia de que tudo é “um” com Tales de Mileto.

Compartilhe este conteúdo

Surgimento da Filosofia

A filosofia começa na Grécia antiga por volta de 600 anos antes de Cristo. Há quem considere lugares como a Jordânia e Egito pioneiros (até mesmo antes dos gregos), entretanto, conforme historicamente relata Nietsche, a filosofia começou através da ideia de que tudo é “um” com Tales de Mileto.

Que fatos históricos marcaram o surgimento da filosofia?

Muitos fatos podem ser relatados como marcantes para o surgimento da filosofia, entre eles são: o surgimento da sociedade/civilização, a possibilidade de realização do ócio, o nascimento da linguagem, a estabilização completa de uma cidade como conhecemos (com política e militares, comércios e moradias, com moeda e calendários) e principalmente a necessidade por explicações mais avançadas a respeito da vida (a mitologia por si própria já não comportava tantas dúvidas e críticas).

Qual a origem da Filosofia?

A origem da filosofia se deu na Grécia antiga com Tales de Mileto. Segundo historiadores como Nietzsche, ela começou com a proposta de que todas coisas são uma (tudo é um). Ela se diferenciou da ciência e da religião mitológica da época justamente por tentar explicar a vida por outra via.

Origem da palavra Filosofia

A palavra filosofia teve sua origem com o filósofo Pitágoras. Ela significa amor (filo) a sabedoria (sofia).

As explicações mitológicas e os mitos

As explicações mitológicas na antiguidade ocidental surgiram como uma forma de entender e exaltar a vida por meio dos mitos. Muitas coisas, inclusive os astros e a vida, eram explicadas através de histórias que foram compostas por uma grande variedade de deuses que possuíam a maioria das forças encontradas na natureza. O mito é justamente uma história fantasiosa que narra a vida.

O contexto social, político e cultural na Grécia

A contexto geral da Grécia foi suficiente e necessário para um processo de gestação da filosofia. O surgimento de coisas como a cidade, leis, agricultura e escrita permitiram que pessoas ficassem, com segurança, na cidade realizando trabalhos mais intelectuais e muitas vezes até mesmo o ócio.

Fortalecimento e expansão da Filosofia

A filosofia se intensificou e se espalhou na medida em que seus locutores faziam seguidores. Na antiguidade, essa tradição de ensinamento que se passa adiante em gerações foi crucial para o fortalecimento e expansão da filosofia; um exemplo nítido disso é Platão, que teve como mestre Sócrates e que posteriormente foi mestre de Aristóteles.

Condições Históricas para o Surgimento da Filosofia

1. O comércio, as navegações e a diversidade cultural

2. O surgimento da escrita alfabética

3. O surgimento da moeda

4. A invenção do calendário

5. O surgimento da vida pública (a política)

6. O surgimento da razão

Os Primeiros Filósofos

Os primeiros filósofos eram conhecidos como filósofos da natureza ou até mesmo físicos. Eles tinham essa fama porque utilizaram elementos da natureza como o fogo e água para explicar a origem de tudo (arché).

Sócrates

Sócrates foi o primeiro filósofo pós filosofia da natureza. Ele fez grandes contribuições para a filosofia e provavelmente foi um dos últimos filósofos que não deixou nada escrito. Além de ter sido condenado pela cidade a beber veneno por corromper a juventude, Sócrates também foi conhecido por ter sido nomeado pelo oráculo de Delfos como o homem mais sábio da Grécia. Uma de suas maiores contribuições para o pensamento ocidental é o conceito de ideia. Sua frase mais icônica diz que sobre aquilo que ele não sabe, ele não pensa saber.

Platão

Platão foi o primeiro filósofo que teve sua obra escrita integralmente preservada (26 livros ao todo). Tendo falado como referência de muitos assuntos desde política até o amor, seus textos ficaram marcados pelos diálogos que tinham como personagem central Sócrates. Uma de suas contribuições mais icônicas é o mito da caverna, história que acontece em uma prisão no fundo de uma caverna onde homens passam a vida acorrentados acreditando nas sombras.

Aristóteles

Aristóteles foi o primeiro filósofo que teve uma abordagem mais científica, inclusive muitos consideram ele o pai da ciência. Com contribuições robustas para o pensamento ocidental, ele se destacou por ser o primeiro filósofo a falar de metafísica como algo que trataria de coisas que a física não era capaz de explicar, coisas que vão para além do físico (meta-físico).

Fases e temas da filosofia clássica

Período Pré-Socrático (séculos V a VII a.C)

Esse período era composto pelos filósofos da natureza que falavam da origem de tudo através de elementos naturais.

Período Socrático ou Clássico (século V a IV a.C)

O período socrático é marcado pela figura de Sócrates que teve como principal objetivo o resgate da verdade que vinha sendo relativizada através do sofismo pela descrença que múltiplas filosofias da natureza haviam causado.

Período Pós Socrático (século III até o início da Era cristã)

Esse período ficou marcado pelas filosofias platônicas e aristotélicas que disputam até hoje o conceito de mundo sensível e mundo das ideias. Basicamente o que envolve essas filosofias é a tentativa de explicar a origem do conhecimento; ideias ou sentidos?

O que a filosofia estuda?

A filosofia estuda, primariamente, o tudo e o todo. Como ela visa contemplar a totalidade das coisas em busca da sabedoria e do conhecimento, ela não tem um estudo direcionado a um único objeto como a natureza, física ou até mesmo a política. Por esses motivos, é difícil de explicar exatamente o que filosofia estuda. Todas áreas do conhecimento, desde matemática até as artes possuem filósofos, isso demonstra o caráter de liberdade investigativa da filosofia.

Qual é o objeto de estudo da filosofia?

É errado dizer que a filosofia possui um objeto de estudo pois isso seria o equivalente a reduzir ela de tudo para um; como ela é a busca constante pela verdade, poderíamos ariscar dizer que o mais próximo de um objeto que a filosofia pode ter, além do todo, é a verdade. Para finalizar, questiono: o que não é estudo da filosofia? Existe algo que possa escapar de nossos questionamentos?

Quais são os principais pensadores da filosofia?

Os principais pensadores da filosofia são

  • Tales de Mileto
  • Parmênides
  • Sócrates
  • Platão
  • Aristóteles
  • Santo Agostinho
  • Maquiavel
  • Descartes
  • Hume
  • Espinoza
  • Locke
  • Kant
  • Hegel
  • Nietzsche
  • Freud

Períodos filosóficos e principais filósofos

Filosofia antiga

Iniciada em Tales de mileto, essa era perdurou até Aristóteles e teve grandes nomes como Platão, Sócrates, Pitágoras, Parmênides entre muitos outros.

Filosofia medieval

A filosofia medieval é um período fascinante da história do pensamento humano, que se estende aproximadamente do século V ao século XV. Este período é marcado por uma tentativa de reconciliar a fé cristã com a razão e o conhecimento herdado dos antigos, especialmente dos filósofos gregos como Platão e Aristóteles.

Filosofia moderna

A Filosofia Moderna, que abrange o período aproximado do século XVII ao século XIX, marca uma transição significativa do pensamento medieval, profundamente enraizado em contextos religiosos, para uma abordagem mais secular e centrada no indivíduo. Essa era é caracterizada por um questionamento intenso sobre conhecimento, ética, governo e a natureza humana, impulsionado por desenvolvimentos científicos revolucionários e por mudanças profundas na sociedade.

Filosofia contemporânea

A filosofia contemporânea, que se estende aproximadamente do final do século XIX até os dias atuais, é marcada por uma diversidade de movimentos e pensadores que buscaram responder às mudanças sociais, científicas e políticas de seu tempo. Diferentemente das eras anteriores, que podiam ser dominadas por um ou dois estilos filosóficos predominantes, a contemporaneidade é caracterizada por uma pluralidade de abordagens e críticas.

As pessoas também perguntam

Onde e como surgiu a filosofia?

A filosofia surgiu na Grécia Antiga, por volta do século VI a.C. Este surgimento está associado ao questionamento crítico sobre o mundo, a vida e a existência humana, marcando uma transição do pensamento mítico para o racional. A busca por respostas baseadas na razão, em oposição às explicações míticas ou religiosas, caracteriza o início da filosofia.

Quando a filosofia surgiu e com quem?

A filosofia surgiu aproximadamente no século VI a.C. na Grécia Antiga. O primeiro filósofo frequentemente citado é Tales de Mileto, que buscava explicações naturais para os fenômenos do mundo, em vez de recorrer a mitos ou intervenções divinas.

Como foi o surgimento da filosofia na Grécia Antiga?

Na Grécia Antiga, o surgimento da filosofia está ligado ao desenvolvimento de cidades-estados, ao comércio e à exposição a diferentes culturas. Isso fomentou um ambiente propício para questionamentos e debates intelectuais. Os primeiros filósofos, conhecidos como pré-socráticos, focaram em questões cosmogônicas e cosmológicas, buscando princípios fundamentais (arché) que explicassem a natureza e sua origem.

Qual é o objeto de estudo da filosofia?

O objeto de estudo da filosofia é vasto e abrange questões existenciais, éticas, políticas, lógicas, epistemológicas, entre outras. A filosofia busca entender a essência da realidade, a natureza do conhecimento, os fundamentos da moralidade, a estrutura da lógica e da linguagem, e o sentido da vida humana.

Quais os principais fatos que marcaram o surgimento da filosofia?

Os principais fatos que marcaram o surgimento da filosofia incluem o desenvolvimento do pensamento crítico e racional, a busca por explicações naturais para os fenômenos do mundo, o questionamento das tradições míticas e a formação de escolas filosóficas. A invenção da escrita e o florescimento de polis (cidades-estados) na Grécia também foram cruciais, pois facilitaram a disseminação e o debate de ideias.

Como o mundo era explicado antes do surgimento da filosofia?

Antes do surgimento da filosofia, o mundo era frequentemente explicado através de mitos e religião. Essas narrativas míticas forneciam explicações sobrenaturais para os fenômenos naturais, os acontecimentos sociais e a existência humana, atribuindo-os à ação de deuses e forças sobrenaturais.

Para que serve a filosofia?

A filosofia serve para questionar, refletir e compreender a realidade em suas diversas dimensões. Ela nos ajuda a pensar criticamente, a examinar nossas crenças e valores, a entender melhor os fundamentos do conhecimento, da moral, da política e da arte, e a buscar sentido e propósito na vida.

O que a Filosofia defende?

A filosofia não defende uma única visão ou conjunto de crenças; ao contrário, ela engloba uma diversidade de pensamentos, argumentos e debates sobre as mais variadas questões. Em sua essência, defende o uso da razão, o questionamento crítico, o diálogo aberto e a busca por compreensão profunda e fundamentada.

O que levou o homem a filosofar?

O homem foi levado a filosofar pela necessidade de compreender o mundo ao seu redor, buscar respostas para questões fundamentais da existência, questionar as tradições e os mitos aceitos, e encontrar um sentido mais profundo para a vida e a realidade. A curiosidade, o espanto e o desejo de conhecimento são motores fundamentais do pensamento filosófico.

Qual é o nome do primeiro filósofo?

O nome do primeiro filósofo frequentemente citado é Tales de Mileto, um dos pré-socráticos da Grécia Antiga, reconhecido por buscar explicações naturais e racionais para os fenômenos do mundo, inaugurando assim a tradição filosófica ocidental.

Lucas da filosofia

Lucas Ribeiro

Autor

Estudante de filosofia na UFPR

Curitiba, PR.

Sumário

Mais artigos

Filosofia Grega

A filosofia grega é um marco para o pensamento ocidental. Com grandes pensadores, ela foi o inicio da filosofia partir

Estoicismo filosofia

“Partam para o sol nascente, pois eu agora estou me pondo”. – Marco Aurélio em suas ultimas palavras.

A morte de Socrates - Jacques Louis David

Filosofia Antiga

A filosofia antiga – também conhecida como início da filosofia – é uma das mais belas escolas do pensamento humano;